UTF-8" /> A EVOLUÇÃO E REVOLUÇÕES NAS AÇÕES DO SETOR DE RECURSOS HUMANOS- POR GONÇALO PONTES - Casa de PalestrasCasa de Palestras

a-REVOLUÇÃO-DO-RH

 

Este é um tema por demais importante para todos os que hoje trabalham
na área de Recursos Humanos, pois muitos destes ainda vivem as estratégias
de um passado que está a cada dia mais distante, pois a evolução e
revolução em RH são tão intensas que quem não acompanhá-las vai ficar a
ver navios.

Convido a todos para um passeio na história.

No dia 13 de maio de 1888, a Princesa Isabel assinou a Lei Áurea e
aboliu a escravatura no Brasil. A partir de então, começou-se então a surgir a
necessidade de um departamento para trabalhar as contratações de pessoal.
Com o passar do tempo, esse departamento foi criando importância por várias
razões como por exemplo, a revolução industrial que trouxe o modelo de
trabalho por produtividade, vieram as regras trabalhistas, depois a
necessidade de se aumentar o filtro, por meio de entrevistas admissionais,
porque o custo da demissão ficou caro. Também surgiram a entrevista
demissional, os exames médicos antes e no término do contrato de trabalho,
os cuidados com a estabilidade temporária no emprego, o endomarketing, que
são ações motivacionais dentro da própria empresa e, por último, a
preocupação com o clima organizacional, ou seja, quando foi dado ao RH, a
responsabilidade de fazer com que os funcionários se sentissem felizes
durante o horário de trabalho.

Veja, caro ouvinte leitor, tudo foi acontecendo como valor agregado para
o RH, ou seja, uma ação não substituiu a outra, mas apenas agregou valor, o
que para muitos do RH foi se tornando um excesso diante dessa
multiplicidade contudo, para mim, o que tem ocorrido é uma sobrevalorização
importante de um dos setores mais fundamentais do mundo corporativo, ou
seja, o setor que trabalha com o principal ativo de toda empresa: PESSOAS!

Há até um ditado de uma Universidade no Arizona que diz:

EMPRESÁRIO, CUIDE BEM DE SEUS FUNCIONÁRIOS QUE ELES
CUIDARÃO MELHOR DE SEUS CLIENTES!

Com a mudança de século, do XX para o XXI, o RH passou a viver um
momento mágico ainda mais importante, qual seja o de ser responsável não
só pelas horas extras efetuadas pelos funcionários, pelas festas, campanhas
motivacionais, escolha do melhor funcionário do mês, clima organizacional e
tantas outras atribuições que fazem parte de seu papel, mas com a virada do
século, o RH também passou a ser TAMBÉM responsável pelo alcance das
metas de vendas, de produtividade e de serviços.
Tenho defendido, até sendo contrariado por alguns gestores de RH, que
não é mais do gerente comercial a responsabilidade do alcance das metas de

seus vendedores, em verdade o papel desse gerente comercial é aumentar o
espaço de seu produto no mercado e estudar estratégias para que isso
ocorra, e não ficar se preocupando com a motivação de seus vendedores para
que isso ocorra… ESSE PAPEL É DO RH DO SÉC. XXI.
É o RH que tem que sentar na mesa junto com a diretoria para definir as
metas da empresa, pois só o RH sabe se a empresa detém o capital humano
capaz de atingir a meta que se quer alcançar.

É papel do RH acompanhar os números da empresa para saber onde e o
que tem a SE fazer com aqueles que não alcançaram a meta…o que
desenvolver junto àqueles que, por algum motivo, se comportam como se não
fizessem parte do time.

Demitir por demitir ficou muito caro para as empresas, pois não se trata
mais apenas da questão financeira pelo custo que representa uma demissão,
mas da cultura da empresa e treinamentos que foram investidos e que com a
demissão tudo isso é desperdiçado.

Portanto, quem trabalha com o RH do século XXI, deve aprimorar-se nos
números da sua empresa, especializar-se em saber os porquês que as metas
não estão ocorrendo, o porquê da empresa não está crescendo como
planejado, identificar estes motivos e tornar-se o profissional mais ouvido da
empresa.

Logicamente que o conhecimento dos números que falo sobre o não
alcance das metas não retiraram do RH as suas outras, tão essenciais,
atribuições, que inclusive citei algumas anteriormente, mas apenas agregaram
valor para que o RH tome de vez o seu lugar de fundamental importância em
qualquer empresa.

Conheça o Palestrante do Gonçalo Pontes

No comments, write the first!

Leave a Reply

WeCreativez WhatsApp Support
Nossa equipe de consultores estão online!