Carlos Alberto Julio

Carlos Júlio sonhava em ser palestrante e decidiu investir em educação tudo que ganhasse com os primeiros empregos. Diante das dificuldades, muitos dos garotos do bairro  abandonaram os estudos. Para ele, aquele parecia um grande equívoco estratégico. Como seriam capazes de sair daquela situação se não se livrassem da ignorância?

Aos 18 anos, poupando como bom lusitano, conseguiu constituir uma agência de automóveis. Nessa época, já fazia o curso universitário de Administração de Empresas. Dois anos depois, foi nomeado diretor de uma trading company. Em seguida, começou a estudar Comércio Exterior. Aos 23 anos, presidia outra trading. Aos 32 anos, assumiu sua primeira presidência, em uma empresa multinacional.

Verdadeiro “workaholic”, Carlos Júlio completava jornadas de trabalho que chegavam a 16 horas. Se as tarefas eram logo cumpridas, inventava o que fazer. Jamais usufruía, por exemplo, das férias de 30 dias.     Isso não quer dizer que tenha ficado encarcerado em fumarentos escritórios. Em 12 anos atuando com trader e oito anos como dirigente de multinacionais, por exemplo, perambulou muito pelo mundo afora. Procurava aproveitar essas oportunidades para aprender sobre culturas, pessoas e negócios. Nesse período, realizou mais de 300 viagens.

Visitou 68 países, nos cinco continentes. Fora do país, Carlos Júlio continuou sua formação. Depois de graduar-se em administração com habilitação em comércio exterior, pela Faculdade de Administração de São Paulo, fez seu mestrado em negócios nos Estados Unidos e especializou-se em Marketing Estratégico na Harvard Business School (Boston, EUA), no IMD (Lausanne, Suíça) e mais recentemente na London Business School.     Em 1.999, em Boston no momento em que se reinventava profissionalmente, tomou um susto. Caiu doente, com febre. Voltou ao Brasil e o médico diagnosticou uma gripe. Como os sintomas persistissem, voltou ao hospital. A radiografia mostrou manchas no pulmão que podiam ser uma inflamação ou um linfoma. Foi um choque. Pensou até mesmo que estivesse chegando ao fim de sua jornada.

Em janeiro de 2.000, realizou uma biópsia, enquanto reavaliava sua trajetória profissional e seu papel na família e na sociedade. Foi um período de profunda reflexão. Dias depois, chegou-lhe o diagnóstico. Era uma sarcoidose, uma enfermidade auto-imune que poderia ser curada com corticóides. Chegava ao término um período de 20 dias que é lembrado pela ansiedade, pela angústia e pelo aprendizado.

No período seguinte, Carlos Alberto Júlio além de palestrante também presidiu a HSM do Brasil, empresa referência mundial na área de seminários internacionais para formação e atualização de lideranças. Ali, conheceu as maiores personalidades mundiais do mundo dos negócios e da administração, como Peter Drucker, Jack Welch e Tom Peters, entre outros.   Em Janeiro de 2.008, Carlos Júlio assumiu a presidência da Tecnisa, uma das maiores e mais inovadoras construtoras e incorporadoras do país. Ali lidera o processo de crescimento da empresa, focando sua gestão em projetos de construção inovadores e customizados, na qualificação do atendimento e no aprofundamento do uso de novas tecnologias para a  comunicação com fornecedores, parceiros e clientes.

Atualmente, é também membro do conselho de administração da Camil Alimentos.

Livros

  • Reinventando Você
  • A Magia dos Grandes Negociadores
  • A Arte da Estratégia e Superdicas para Vender e Negociar Bem

Principais Temas Abordados

  • Estratégias de Vendas
  • Vendas
  • Relacionamento Interpessoal
  • Empreendedorismo
  • Inovação

Prêmios

  • Carlos Júlio é reconhecido pelas revistas Veja e Exame como um dos melhores palestrantes brasileiros

Eleita pela segunda vez consecutiva a melhor empresa de palestras do Brasil.